SHOPPING CENTER, SUBJETIVIDADE E EXCLUSO SOCIAL

Elaine Silva Ferreira Gonzaga

Resumo


Objetivando a compreensão dos novos modos de subjetivação e consumo envolvendo a Geração Shopping Center em relação ao próprio shopping center, esta pesquisa estabeleceu como população estudantes do ensino médio e fundamental de escolas públicas em Goiânia. Para tanto, utiliza o método qualitativo da pesquisa exploratória, através de Grupos Focais. A análise dos dados revelou que os jovens pesquisados sentem-se, em sua maioria, fora da realidade do consumo como é entendido na contemporaneidade e, por isso, em seus discursos nota-se a idéia de segregação social, entre outros aspectos importantes que marcam a sociedade pós-moderna.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v20i1.1312

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.