Montaigne e a Monstruosidade

Paulo de Góes

Resumo


O objetivo deste trabalho é discutir a questão da monstruosidade em Montaigne a partir de dois de seus ensaios. O primeiro é Dun enfant monstrueux A propósito de uma criança monstruosa (livro II, 30) e o segundo, Des boyteux Dos coxos (livro III, 11). Procura-se descrever como o autor apresenta a monstruosidade, como a interpreta e quais a as possíveis ilações com a sociedade atual direcionada pelo ideal cosmético.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v19i5.1161

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 25/06/2020)

Fonte: Google Analytics.