Forma e Lugar de Genesis 3 na História da Religião Hebraica

Haroldo Reimer

Resumo


O texto busca descrever a forma da narrativa de Gênesis 3, bem como atribuir um lugar mais provável para o surgimento deste texto na história da religião hebraica. Basicamente defende-se que o texto é uma narrativa mítica, cujo conteúdo imaginário estabelece um confronto entre o Deus dos hebreus e a serpente, elemento simbólico catalizador do mal representativo da diversidade religiosa distoante da oficial. Com isso o texto propõe um dualismo incipiente. O horizonte dos produtores do texto deve ser situado no período do chamado pós-exílio, portanto, no século V-IV a.C., na província de Judá. O texto constitui peça importante para a consolidação do monoteísmo oficial entre os antigos hebreus.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v19i1.1007

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.