Vetores de Importância Médica na àrea de Influência da Pequena Central Hidrelétrica Mosquitão - Goiás

Tábada Carolina Nunes, Rafael Silveira Ribeiro, Patrícia Regina Gomes Veríssimo de Faria, Nelson Jorge da Silva Jr.

Resumo


As usinas hidrelétricas surgem como fonte de energia renovável e limpa, logo, sustentável. Todavia, é preciso avaliar que a transformação de um ambiente, por menor que seja, provoca mudanças ecológicas. O objetivo deste estudo foi descrever a fauna de dípteros vetores na área de influência da Pequena Central Hidrelétrica de Mosquitão, analisando as doenças potenciais para cada vetor coletado de acordo com a lista de notificação das doenças por eles causadas. Neste estudo foram coletados 5.499 espécimes de dípteros que se dividiram em 3 famílias, 13 gêneros e 35 espécies de significativo valor epidemiológico devido ao seu poder de transmitir diversos arbovírus. Foram encontrados representantes de espécies de conhecido interesse médico, em áreas caracterizadas por formações florestais e de Cerrado típico e denso.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/est.v35i6.765

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EVS | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-781X | Qualis B3

Visitantes - (05/09/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 51.961
Estados Unidos 1.284
Portugal 818
França 246
Moçambique 238
Angola 171
Reino Unido 61
México 61
Espanha 60

Fonte: Google Analytics.