ACIDENTES ELAPÍDICOS NO ESTADO DE GOIÁS (2007-2011)

Fabiana Gomes de Castro, Gabriela Braz Leite, Anita de Mora Pessoa, Raimundo Nonato Leite Pinto, Nelson Jorge da Silva Júnior

Resumo


Resumo: fichas de notificação do Centro de Informações Toxicofarmacológicas de Goiás foram analisadas. Dentre os 24 casos, pode-se observar que não há correlação com a sazonalidade ou distribuição geográfica. Os acidentes foram classificados como leves, moderados, e graves. A sintomatologia local prevaleceu a associação de dor com edema e eritema, o que suporta a necessidade da reavaliação da classificação dos acidentes.
Palavras-chave: Acidentes elapídicos. Estado de Goiás. Micrurus,
soroterapia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/est.v42i4.4372

Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


evs | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-781X | Qualis B3

Flag Counter