PAISAGENS EM PROCESSO

Isabela Paiva Gomes Ferrante, Pedro Henrique Máximo Pereira

Resumo


Resumo: neste artigo discute-se a valorização do processo no fazer artístico e arquitetônico. Para tal, estabelece-se um paralelo entre o trabalho do artista Richard Serra e do arquiteto Peter Eisenman, não somente no objeto, mas também como dispositivo criador de paisagens, passando a compreender a experiência ativa e o papel do espectador como continuidade do processo criativo.

Palavras-chave: Processo, Arte Contemporânea, Arquitetura Contemporânea. Richard Serra, Peter Eisenman.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/est.v41i0.3867

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EVS | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-781X | Qualis B3

Visitantes - (05/09/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 51.961
Estados Unidos 1.284
Portugal 818
França 246
Moçambique 238
Angola 171
Reino Unido 61
México 61
Espanha 60

Fonte: Google Analytics.