Soberania Alimentar

Luiz Felipe Candido de Oliveira, Sérgio Duarte de Castro

Resumo


Resumo: o presente artigo discorre a respeito do tema Soberania Alimentar e tem por objetivo demonstrar como foi criado este conceito. Apresenta inicialmente o problema da fome, como questão central a ser resolvida em níveis globais, demonstrando a importância do alimento, não somente no
sentido da nutrição humana, mas também como fator social, antropológico, cultural, e religioso, que transcende a simples necessidade biológica de comer. Discorre ainda sobre o uso de organismos geneticamente modificados (OGM), e de agrotóxicos, bem como sobre a rotulação e suas informações
aos consumidores, que poderão livremente adquirir alimentos de sua preferência com garantia da sua Soberania Alimentar. Para as conclusões deste artigo foi utilizado o método dedutivo e o procedimento de abordagem histórico. O ser humano depende do alimento para sua sobrevivência, que precisa do meio ambiente para ser produzido, que por sua vez necessita da natureza preservada para um cultivo saudável.
Palavras-chave: Comida. Segurança. Agricultura. Produção. Fome.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/est.v40i3.3108

 

Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


evs | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-781X | Qualis B3

Flag Counter