Síndrome do Anticorpo Anti-Fosfolípide: relato de caso e revisão de literatura

Alessandro Marcus Pinheiro Melo, Antônio Carlos Ximenes, Murillo Lacerda Baptista, Rodrigo de Godoy

Resumo


A síndrome do anticorpo antifofolipídio (SAF) é a associação de fenômenos trombóticos arteriais ou venosos com perda fetal de repetição e/ou plaquetopenia e anticorpos dirigidos contra os fosfolípides de carga negativa. Neste artigo, é relatado o caso de uma paciente do sexo feminino, de 28 anos, com trombose venosa profunda e episódios de abortos freqüentes. O tratamento dessa patologia deve incluir orientações gerais, como evitar o uso de anticoncepcionais orais, tabagismo, sedentarismo, e controlar outras co-morbidades associadas ao risco de doença aterosclerótica, além de corticóides e drogas vasodilatadoras.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/est.v33i6.30

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EVS | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-781X | Qualis B3

Visitantes - (05/09/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 51.961
Estados Unidos 1.284
Portugal 818
França 246
Moçambique 238
Angola 171
Reino Unido 61
México 61
Espanha 60

Fonte: Google Analytics.