Mercado de Carbono no Brasil

Daniele Lopes Oliveira, Stephânia de Oliveira Laudares Moreira, Paulo Cesar Moreira

Resumo


Resumo: as ações decorrentes das atividades econômicas
e industriais têm provocado alterações na biosfera,
resultando na multiplicação da concentração de Gases que
provocam o Efeito Estufa (GEE) na atmosfera. Para tratar
do problema do efeito estufa e suas possíveis consequências
sobre a humanidade foram estabelecidas em 1992, durante
a Rio 92, A Convenção sobre Mudanças Climáticas.
O Protocolo firmado na Conferência das partes de 1997 da
Convenção de Mudanças climáticas, em Kyoto, finalmente
fixou um teto de emissões para vários países desenvolvidos
e introduziu a possibilidade de mecanismos de criação de
mercado de carbono. Esse comércio entre países com e sem
teto seria, então, realizado pelo Mecanismo de Desenvolvimento
Limpo (MDL).

Palavras-chave: Carbono. Desenvolvimento. Efeito Estufa.
Aquecimento Global. Protocolo de kyoto.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/est.v38i2.2195

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EVS | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-781X | Qualis B3

Visitantes - (05/09/2017 - 25/06/2020)

Fonte: Google Analytics.