Contribuições para o Desporto Goiano

Anderson Miguel Cruz, Tadeu João Ribeiro Baptista, Giannandréa Darques Cruz

Resumo


Assistir a uma partida de final de Copa do Mundo ou a uma final olímpica dos 100 metros rasos é empolgante. Alguns espectadores podem se tornar extáticos. São oito atletas selecionados entre milhares, são onze contra onze que eliminaram outros milhares. O que fizeram eles para serem os melhores do mundo naquele momento? O que deixaram de fazer os milhares para não estarem presentes?
Com base no treinamento desportivo moderno, com seu elevado teor de cientificidade, podem-se apontar inúmeros princípios inerentes a uma campanha de sucesso, independente da modalidade em questão, que estarão inevitavelmente ligados ao espaço da prática desportiva (estrutura), à  equipe multiprofissional envolvida (profissionais) e, não em último lugar, à s características biopsicossociais dos praticantes (atleta). Cada uma dessas categorias poder ser novamente dividida em seus princípios de constituição mais específicos, determinados pelas particularidades de cada modalidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/est.v33i4.144

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EVS | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-781X | Qualis B3

Visitantes - (05/09/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 51.961
Estados Unidos 1.284
Portugal 818
França 246
Moçambique 238
Angola 171
Reino Unido 61
México 61
Espanha 60

Fonte: Google Analytics.