Avaliação Antropométrica e Freqüencia de Exercícios Físicos em Adolecentes do Ensino Médio de uma cidade do Interior de Goiás

Iana Cândido Cunha, Raphael Martins Cunha, Fernanda Maria Santos, Licielle Mara Saches

Resumo


Observando o aumento da prevalência de obesidade na adolescência, objetivaram-se a realização de avaliações antropométricas (IMC) e a verificação da freqüência de exercícios físicos em adolescentes (15 a 18 anos) do ensino médio de uma escola estadual no interior de Goiás. Essa verificação totalizou uma amostra de oitenta indivíduos. Com base nos resultados, observam-se um percentual maior de meninas acima do peso e uma baixa adesão dos alunos à  prática de exercícios físicos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/est.v33i4.142

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EVS | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-781X | Qualis B3

Visitantes - (05/09/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 51.961
Estados Unidos 1.284
Portugal 818
França 246
Moçambique 238
Angola 171
Reino Unido 61
México 61
Espanha 60

Fonte: Google Analytics.