HISTÓRIA, POLÍTICA E EDUCAÇÃO EM HANNAH ARENDT

Mauro Sérgio Santos Da Silva, Márcio Danelon

Resumo


O presente trabalho discorre acerca da relação entre as noções de história, política e educação a partir do pensamento de Hannah Arendt. Para tanto, traz à baila os elementos que, para a autora, circundam a ideia de história do paradigma grego antepostos à compreensão moderna de história. Apoiado nas reflexões de Flores D’arcais expõe a crítica da autora às filosofias da história erguidas sob a influência de uma concepção de história como processo causal com leis e normas que se sobrepõem aos acontecimentos, aos indivíduos, às iniciativas, à ação e, em última instância, à liberdade. Aponta as condições de possibilidade de uma ação política (livre) e, por conseguinte, da acepção de educação consentânea com tal ação.
Palavras-chave: Arendt, História, Política, Educação.

Palavras-chave


Arendt; História; Política; Educação; Arendt; History; Politics; Education.

Texto completo:

PDF

Referências


ABBAGNANO N. Dicionário de Filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

AGAMBEN, G. Estado de Exceção. São Paulo: Boitempo, 2009.

ARENDT, H. A Condição Humana. 10. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2007.

ARENDT, H. A Dignidade da Política: ensaios e conferências. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1993.

ARENDT, H. Crises da República. São Paulo: Editora Perspectiva, 1973.

ARENDT, H. O que é política? Rio de Janeiro: Ed. Bertrand Brasil, 2002.

ARENDT, H. Entre o Passado e o Futuro. 5. ed. São Paulo: Perspectiva, 2014.

ARENDT, H. The Origins of Totalitarianism [OT], New York, Harcourt, Brace, 1951.Tradução para o português: Origens do Totalitarismo. Trad. Roberto Raposo. São Paulo: Cia das Letras, 1998.

COMTE, A. Os pensadores. São Paulo: Abril Cultural, 1978.

D’ARCAIS. P. F. Hannah Arendt, existencia y libertad. Madrid: Tecnos, 1996.

FERRY, L. Filosofia Política II. El sistema de las filosofia de la historia. Paris: Presses Universitaires de France, 1984.

GARCIA, C. B. Arendt: acontecimento, compreensão e política. Fragmentos de Cultura, Goiânia v 13, 2003.

HEGEL, G. W. F. Fenomenologia do Espírito. Petrópolis: Vozes, 1992.

KANT. I. Ideia de uma História Universal de um Ponto de Vista Cosmopolita. São Paulo: Brasiliense, 1986.

MARX, K.; ENGELS, F. A Ideologia Alemã. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

PROST, A. Doze Lições sobre a história. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/educ.v21i1.7187

Direitos autorais 2019 Mauro Sérgio Santos Da Silva

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EDUCATIVA | Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7771 | Qualis B1

Visitantes - (01/01/2006 - 02/05/2019)
País Usuários
Brasil 20.979
Estados Unidos 691
Portugual 335
França 289
Moçambique 171
Angola 150
Espanha 69
Reino Unido 67
México 42
Russia 42
Total 23.304

Fonte: Google Analytics.