O DISCURSO DAS COMPETÊNCIAS E DA REFLEXÃO: O PAPEL DE DONALD SCHÖN NO ATUAL DEBATE SOBRE O TRABALHO DOCENTE

Michele Silva Sacardo, Idayany Araújo Cardoso Almeida

Resumo


Trata-se no presente ensaio as elaborações de Donald Schön sobre a reflexão no trabalho docente. A questão que norteou este trabalho foi: Como Donald Schön caracteriza a reflexão e a relaciona ao trabalho docente? Amparado no materialismo histórico-dialético de Marx, foi empenhada uma análise das elaborações do autor e os possíveis limites desta. Deste processo foram elaboradas duas categorias que nortearam a análise a saber: o discurso da competência e a reflexão nas elaborações de Donald Schön. Conclui-se que o autor apresenta uma interpretação limitada da reflexão aproximando-a à mera adaptação à realidade flexível do toyotismo.

Palavras-chave


Competências; Reflexão; Donald Schön; Trabalho Docente.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Giovanni. Trabalho e subjetividade: o espírito do toyotismo na era do capitalismo manipulatório. São Paulo: Boitempo, 2011.

ARCE, Alessandra. Compre o kit neoliberal para a educação infantil e ganhe grátis os dez passos para se tornar um professor reflexivo. Educação & Sociedade, Campinas, v. 22, n. 74, p. 251-283, 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v22n74/a14v2274.pdf. Acesso em: 25 abr. 2019.

CORREIA, José Alberto de Azevedo e Vasconcelos; ARELARO, Lisete Regina Gomes; FREITAS, Luiz Carlos de. Para onde caminham as atuais avaliações educacionais? Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 41, n. especial, p. 1275-1281, dez, 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v41nspe/1517-9702-ep-41-spe-1275.pdf. Acesso em: 25 abr. 2019.

DIAS, Rosanne Evangelista; LOPES, Alice Casimiro. Competências na formação de professores no Brasil: o que (não) há de novo. Educação & Sociedade. Campinas, v. 24, n. 85, p. 1155-1177, dez, 2003. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v24n85/a04v2485.pdf. Acesso em: 25 abr. 2019.

DUARTE, Newton. As pedagogias do “aprender a aprender” e algumas ilusões da assim chamada sociedade do conhecimento. Revista Brasileira de Educação, Belo Horizonte, n. 18, p. 35-40, 2001.

DUARTE, Newton. Limites e contradições da cidadania na sociedade capitalista. Pro-posições. Campinas, v. 20, n. 1, p. 75-87, jan./abr. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pp/v21n1/v21n1a06.pdf. Acesso em: 25 abr. 2019.

FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria. Educar o trabalhador cidadão produtivo ou o ser humano emancipado? In: FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria. (Org.). A formação do cidadão produtivo: a cultura de mercado no ensino médio técnico. Brasília, DF: Inep, 2006. p. 55-70.

GARRIDO, Elsa; BRZEZINSKI, Iria. A reflexão e investigação da própria prática na formação inicial e continuada: contribuição das dissertações e teses no período 1997-2002. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 8, n. 23, p. 153-171, jan./abr. 2008. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/4003/3919. Acesso em: 25 abr. 2019.

KOSIK, Karel. Dialética do concreto. 2. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1995.

KUENZER, Acácia Zeneida. Conhecimento e competências no trabalho e na escola. Boletim Técnico do SENAC, Rio de Janeiro, v. 28, n. 2, p. 2-11, maio/ago., 2002. Disponível em: http://www.bts.senac.br/index.php/bts/article/view/539. Acesso em: 25 abr. 2019.

LUDKE, Menga. O professor, seu saber e sua pesquisa. Educação & Sociedade, ano 22, n. 74, abr. 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v22n74/a06v2274.pdf. Acesso em: 25 abr. 2019.

MARX, Karl. Contribuição à crítica da economia política. 2. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2008.

MÉSZÁROS, István. A teoria da alienação em Marx. São Paulo: Boitempo, 2006.

MORAES, Maria Célia Marcondes. Recuo da teoria: dilemas na pesquisa em Educação. Revista Portuguesa de Educação. v. 14 n. 1, p. 7-25, 2001. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/374/37414102.pdf. Acesso em: 25 abr. 2019.

PAULO NETTO, José. Introdução ao estudo do método de Marx. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

PIMENTA, Selma Garrido. Professor reflexivo: construindo uma crítica. In: PIMENTA, Selma Garrido; GHEDIN, Evandro. (Org.). Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

RAMOS, Marise Nogueira. A pedagogia das competências: autonomia ou adaptação? 2. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

RODRIGUES, Maria de Fátima; KUENZER, Acácia Zeneida. Curso de pedagogia: uma expressão da epistemologia da prática. Olhar de professor, Ponta Grossa, n. 10, p. 35-62, 2007. Disponível em: https://www.oei.es/historico/pdfs/revista101.pdf. Acesso em: 25 abr. 2019.

SCHÖN, Donald. Formar professores como profissionais reflexivos. In: NÓVOA, António (coord.). Os professores e sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1997.

SCHÖN, Donald. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SHIROMA, Eneida Oto; EVANGELISTA, Olinda. Um fantasma ronda o professor: a mística da competência. In: MORAES, Maria Célia. M. (org.). Iluminismo às avessas: produção de conhecimento e políticas de formação docente. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

SILVA, André Luiz Batista da; SOUZA, Maria Antônia de. Movimentos conservadores no âmbito da educação no Brasil: disputas que marcaram a conjuntura 2014 a 2018. Crítica Educativa, Sorocaba, v. 4, n. 2, p. 7-23, jul./dez. 2018. Disponível em: http://www.criticaeducativa.ufscar.br/index.php/criticaeducativa/article/view/353. Acesso em: 25 abr. 2019.

SILVA, Kátia Augusta Curado. Professores com formação stricto sensu e o desenvolvimento da pesquisa na educação básica da rede pública de Goiânia: realidade, entraves e possiblidades. 2008. 292 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2008.

SOUZA, Aparecida Neri. Professores, modernização e precarização. In: ANTUNES, Ricardo (org.). Riqueza e miséria do trabalho no Brasil. São Paulo: Boitempo, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/educ.v21i2.6618

Direitos autorais 2019 Idayany Araújo Cardoso Almeida

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EDUCATIVA | Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7771 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.