POLITICAS PÚBLICAS DE FORMAÇÃO CONTINUADA EM GÊNERO E SEXUALIDADE: O COMBATE À HOMOFOBIA

Mareli Eliane Graupe, Geraldo Augusto Locks, Cleci Terezinha Lima de Lins

Resumo


O objetivo deste artigo é o de refletir sobre gênero, educação sexual e homofobia no contexto escolar, na perspectiva do enfrentamento e da superação da homofobia, em uma turma do 8º ano do Ensino Fundamental de uma escola da Rede Municipal, no Estado de Santa Catarina. Foi utilizada uma abordagem qualitativa na modalidade de estudo de caso, com a observação do campo empírico, relatos de entrevistas e análise documental do Plano Municipal de Educação e Projeto Político Pedagógico. Os dados demonstraram a presença de práticas violentas contra estudantes homossexuais e a inexistência de projetos educativos em gênero e sexualidade. Também, constamos que formação continuada sobre gênero e sexualidade não é garantia para que estes temas sejam trabalhados nas salas de aula.

Palavras-chave


Gênero; Sexualidade; Diversidade; Homofobia; Escola

Texto completo:

PDF

Referências


BORRILLO, Daniel. A homofobia. In: LIONÇO, Tatiana; DINIZ, Débora (org.). Brasília: Letras Livres: EdUnB, 2009. 196 p.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997. 126 p.

BRASIL. Programa Brasil sem Homofobia: Combate à Violência e à Discriminação contra GLBT e Promoção da Cidadania Homossexual. Brasília: Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Combate à Discriminação. Ministério da Saúde, 2004. Disponível em: http://pfdc.pgr.mpf.mp.br/atuacao-e-conteudos-de-apoio/publicacoes/direitos-sexuais-e-reprodutivos/direitos-lgbtt/planolgbt.pdf. Acesso em: 14 maio 2019.

BRASIL. Caderno do Projeto Escola Sem Homofobia. Ministério da Educação 2011. Disponível em: http://acervo.novaescola.org.br/pdf/kit-gay-escola-sem-homofobia-mec.pdf. Acesso em: 14 maio 2019.

BRASIL. Ministério da Educação/Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Estudo qualitativo sobre homofobia no ambiente escolar em 11 capitais brasileiras/Relatório técnico final. 2011. Disponível em: http://www.abglt.org.br/docs/Relatorio_Tecnico_Final.pdf. Acesso em 07 jul. 2017.

BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. 8. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015.

CAETANO. Marcio. Gênero e sexualidade: diálogos e conflitos. p. 35-68. In: RANGEL, Mary (org.). A escola diante da diversidade. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2013.

CASTRO, Mary Garcia; ABRAMOVAY, Miriam; SILVA, Lorena Bernadete da. Juventudes e sexualidade. Brasília: UNESCO, Brasil, 2004. p. 426.

FERNANDES, Felipe Bruno Martins. Precisamos discutir as Homossexualidades na Escola? In: RIBEIRO, Paula Regina Costa (org.). Corpos, gêneros e sexualidades: questões possíveis para o currículo escolar. 2. Ed. Revisada e ampliada. Rio Grande: FURG, 2008. 123 p.

FURLANI, Jimena. Educação sexual na sala de aula: relações de gênero, orientação sexual e igualdade étnico-racial numa proposta de respeito às diferenças. Belo Horizonte, Autêntica Editora: 2011. 192 p.

JUNQUEIRA, Rogério Diniz. Por uma pedagogia da diversidade de corpos, gêneros e sexualidades. In: SILVA, Fabiane Ferreira da, et al. Sexualidade e escola: compartilhando saberes e experiências. 2. ed. Revisada e ampliada. Rio Grande: FURG, 2008. 190 p.

LOCKS, Geraldo Augusto; YARED, Yalim Brizola. Educação Sexual e Práxis do Professor de Ciências e Biologia. In: MELO, Sônia Maria Martins de; BRUNS, Maria Alves de Toledo (orgs.). Educação, Sexualidade e Saúde. Diálogos necessários. Curitiba: CRV, 2013. 45-67 p.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis: Vozes, 1997. 179 p.

MAYRING, Philipp: Qualitative Inhaltsanalyse. In: FLICK, U.; KARDOFF, E. V.; STEINKE, I. (org.). Qualitative Forschung. Ein Handbuch. Reinbeck: 2007. 468-475 p.

MISKOLCI, Richard. Teoria Queer: um aprendizado pelas diferenças. Belo Horizonte: Autêntica Editora/UFPO, 2012. 80 p. (Série Cadernos da Diversidade, 6).

RAMIRES, Lula. Painel 1: Introdução à Orientação Sexual e Identidade de Gênero. In: Conferência Nacional de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais – LGBT: Direitos Humanos e Políticas Públicas: o caminho para garantir a cidadania GLBT, 05 a 08 de 2008, Brasília. Anais... Brasília, 2008. Disponível em: www.sdh.gov.br/sobre/...lgbt/conferencias/anais-1a-conferencia-nacional-lgbt-2. Acesso em: 10 jul. 2017.

SANTA CATARINA. Governo do Estado. Secretaria de Estado da Educação. Proposta Curricular de Santa Catarina: formação integral na educação básica/ Estado de Santa Catarina, Secretaria de Estado da Educação, 2014. 192 p.

UNESCO. Orientações técnicas de educação em sexualidade para o cenário brasileiro: tópicos e objetivos de aprendizagem. Brasília: UNESCO, 2014. 53 p.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Tradução Ana Thorell; Revisão técnica Cláudio Damacena. Porto Alegre: Bookman, 2010. 212 p.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/educ.v21i2.5849

Direitos autorais 2019 Mareli Eliane Graupe, Geraldo Augusto Locks, Cleci Terezinha Lima de Lins

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EDUCATIVA | Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7771 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.