Vygotsky e as origens da teoria histórico-cultural: estudo teórico

Ana Maria Esteves Bortolanza, Fernando Ringel

Resumo


Resumo: Estudo teórico sobre Vygotsky (1986-1934) e seus estudos, historicamente contextualizado, tendo como objetivo evidenciar as origens da teoria histórico-cultural sintetizadas na formação do novo homem e da nova educação. Os princípios de uma educação científica, postos pela revolução de 1917, influenciaram a produção científica do autor e foram determinantes na criação de sua teoria. Para isso, buscam-se referências bibliográficas em prefácios, prólogos, notas de tradução e introduções em suas obras teóricas e em obras de referência sobre o assunto. Os princípios, conceitos e métodos aprofundados em sua práxis apontam caminhos para a educação atualmente, tendo em vista uma educação transformadora.

Palavras-chave: Vygotsky. Teoria histórico-cultural. Educação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/educ.v19i3.5464

Direitos autorais 2017 Ana Maria Esteves Bortolanza, Fernando Ringel

 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EDUCATIVA | Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7771 | Qualis B1

Visitantes - (01/01/2006 - 20/11/2018)
País Usuários
Brasil 15.020 - 90,19%
Estados Unidos 395 - 2,37%
França 284 - 1,71%
Portugal 214 - 1,29%
Moçambique 112 - 0,67%
Angola 106 - 0,64%
Espanha 48 - 0,29%
Reino Unido 47 - 0,28%
Alemanha 32 - 0,19%
Total 16.577

Fonte: Google Analytics