ESTRATGIAS DE POLIDEZ NAS CONVERSAES MEDIADAS PELO FACEBOOK ENTRE PROFESSORES INDÍGENAS E NO INDÍGENAS EM FORMAO CONTINUADA

Arlinda Cantero Dorsa, Maria Cristina Lima Paniago, Rosimeire Martins Régis dos Santos

Resumo


Resumo: Nesse artigo, apresentamos a discussão sobre as questões tecnológicas, de interação e dialogismo e analisamos o uso das estratégias de polidez, nas conversações mediadas por computador (CMC) em interações ocorridas na rede social facebook. Os participantes da formação são pesquisadores de uma universidade privada de Mato Grosso do Sul, pertencentes ao GETED, e professores de uma escola indígena de Taunay, município de Aquidauana/MS. Os resultados apontam que a aprendizagem com os pares é evidenciada como uma estratégia positiva de interação e inclusão desses professores indígenas Terena, fortalecendo e ampliando seus saberes e fazeres, respeitando suas realidades específicas e particularidades.

Palavras-Chave: Formação Continuada de Professores. Estratégias de polidez. Redes Sociais. Professores Indígenas e não indígenas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/educ.v18i1.4260

Direitos autorais 2015 Educativa

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EDUCATIVA | Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7771 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 25/06/2020)

Fonte: Google Analytics.