O fracasso escolar e suas interpretações: da marginalidade à diversidade cultural

Gina Glaydes Guimarães de Faria, Marília Gouvea de Miranda

Resumo


O artigo expõe os resultados de uma pesquisa (FARIA, 2008),
cuja preocupação foi apreender as concepções de fracasso escolar presentes
nos artigos publicados no periódico Cadernos de Pesquisa. Ao longo
do período compreendido entre 1971 e 2006, grande parte dos estudos
publicados tendeu a relacionar o fracasso escolar a questões referentes à
cultura; primeiro, com predominância dos enfoques da marginalidade cultural (estudos propositivos e crítico), e, mais recentemente, da diversidade cultural (estudos propositivos). Com relação ao último enfoque, discute-se sua contribuição alertar para o risco de que as desigualdades sociais deixem de ser reconhecidas como principal determinação do fracasso escolar.

Palavras-chave: fracasso escolar, pesquisa em periódicos, desigualdades
sociais, educação básica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/educ.v17i2.3960

Direitos autorais 2015 Educativa

 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EDUCATIVA | Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7771 | Qualis B1

Flag Counter