A Difusão dos Saberes e Práticas Escolares na Pedagogia Nova: o livro como dispositivo estratégico

Virginia Sales Gebrim

Resumo


Esse trabalho objetiva explicitar as possíveis relações entre a pedagogia nova no Brasil e o florescimento no mercado editorial brasileiro, nas primeiras décadas do século XX, de projetos de natureza educativa. Nesse período destacamse iniciativas de educadores como Fernando de Azevedo e Lourenço Filho, entre outros, que criaram, fomentaram e organizaram coleções pedagógicas, dirigidas especialmente aos professores. Ressalto nesse estudo que essas coleções funcionaram como dispositivos estratégicos de conformação, ou melhor, de divulgação e disseminação de saberes e práticas escolares identificadas com uma filosofia educacional: a pedagogia nova.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/educ.v10i1.176

Direitos autorais

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EDUCATIVA | Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7771 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 25/06/2020)

Fonte: Google Analytics.