ESPIRITUALIDADE, RELIGIOSIDADE E SAÚDE: UMA ANÁLISE LITERÁRIA

Carolina Teles Lemos

Resumo


Apresenta-se uma das principais questões postas e abordagens teóricas presentes nas publicações sobre religiosidade, espiritualidade e saúde, nas áreas das ciências humanas e da saúde, na atualidade. Realizou-se uma revisão integrativa com busca nos Periódicos: PEPSIC, SCIELO, REFACS, PUCRS, Biblioteca Virtual em Saúde e Revistas: de Psicologia da IMED, Kairós Gerontologia e Revista Interdisciplinar Saúde e Meio Ambiente. Foram localizados 432 artigos dos quais foram selecionados 45 artigos completos e publicados entre 2012 a 2017. Constatou-se que a espiritualidade e a religiosidade apresentam-se como influências positivas na saúde, e também a necessidade de capacitar os profissionais na área da saúde para lidar melhor com os doentes, familiares e outros trabalhadores.

Palavras-chave


Espiritualidade; Religiosidade; Saúde; Spirituality; Religiosity; Health

Texto completo:

PDF

Referências


ANJOS, M. F. Para compreender a espiritualidade em Bioética. In: PESSINI, L.; BARCHIFONTAINE, C. P. de. Buscar sentido e plenitude de vida: bioética, saúde e espiritualidade. São Paulo: Paulinas, 2008. p. 19-28.

ALVES D. A. et al. Cuidador de criança com câncer: religiosidade e espiritualidade como mecanismos de enfrentamento. Revista Cuidados Paliativos, Lisboa, v. 7, n. 2, p. 1318-1324, 2016. Disponível em: file:///C:/Users/ims/Desktop/oncoespiritualidade.pdf. Acesso em: 01 jul.2018.

AQUINO V. V.; ZAGO, M. M. F. O significado das crenças religiosas para um grupo de pacientes oncológicos em reabilitação. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 15, n. 1, p. 42-47, 2007.

ASAD, Talal. A construção da religião como uma categoria antropológica. Cadernos de Campo, São Paulo, n. 19, p. 1-384, 2010. Disponível em: https://www.ufrgs.br/ppgas/portal/arquivos/orientacoes/ASAD_Talel._2010.pdf. Acesso em: 06 nov. 2018.

BORGES, CS; AMAR, Luiz; NAM, Domingos. Intervenção cognitivo-comportamental em estresse e dor crônica. Arquivo de Ciências da Saúde, São José do Rio Preto, v. 16, n. 4, p. 181-186, 2009.

BORGES, M. D. S.; SANTOS, M. B. C.; PINHEIRO, T. G. Representações sociais sobre religião e espiritualidade. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 68, n. 4, p. 609-616, 2015.

CARVALHO CC et al. A efetividade da prece na redução da ansiedade em pacientes com câncer. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 48, n. 4, p. 684-690, 2014.

CECCARELLI, Paulo Roberto. Sexualidade e preconceito. Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental, São Paulo, v. 3, n. 3, p. 18- 37, 2000.

CERVELIN, A. F.; KRUSE, M. H. L. Espiritualidade e religiosidade nos cuidados paliativos: conhecer para governar. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem, Rio de Janeiro, v.18, n. 1, p. 136-142, 2014.

COSTA, P.; OLIVEIRA, R. C. B. O. Estratégias de Enfrentamento Utilizadas pelos Pacientes Oncológicos Submetidos a Cirurgias Mutiladoras. Revista Brasileira de Cancerologia, Rio de Janeiro, v. 55, n. 4, p. 355-364, 2009.

DAL-FARRA, R.A.; GEREMIA, C. Educação em saúde e espiritualidade: proposições metodológicas. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, v. 34, n. 4, p. 587-597, 2010.

DELLAROZA MSG et al. Caracterização da dor crônica e métodos analgésicos utilizados por idosos da comunidade. Revista da Associação Médica Brasileira, Brasília, v. 54, n. 1, p. 36-41, 2008.

DELUMEAU, Jean. História do medo no Ocidente (1330-1800). São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

ECCO, C.; LEMOS, C. T. Religião e saúde: o medo como elemento constituinte das representações de doença. In: ECCO, Clóvis; QUICENO, Japcy Margarita; QUADROS, Eduardo Gusmão; SIGNAYES, Luiz (orgs.). Religião, saúde e terapias integrativas. Goiânia: Espaço Acadêmico, 2016. v. 1, p. 113-137.

ESPINHA, D. C. M.; CAMARGO, S.M.; SILVA, S. P. Z.; PAVELQUEIRES, S.; LUCCHETTI, G. Opinião dos estudantes de enfermagem sobre saúde, espiritualidade e religiosidade. Revista Gaúcha de Enfermagem, Porto Alegre, v. 34, n. 4, p. 98-106, 2013. Disponível em: file:///C:/Users/ims/Downloads/42379-183354-1-PB%20(1).pdf. Acesso em: 01 out. 2017.

EVANGELISTA, C.B.; LOPES, M. E. L.; COSTA, S. F. G.; ABRÃO, F. M. S.; BATISTA, P. S. S.; OLIVEIRA, R. C. Espiritualidade no cuidar de pacientes em cuidados paliativos: um estudo com enfermeiros. Escola Anna Nery de Enfermagem, Rio de Janeiro, v. 20, n. 1, p.176-182, 2016.

FERREIRA, Alberto Gorayeb de Carvalho et al. Concepções de Espiritualidade e Religiosidade e a Prática Multiprofissional em Cuidados Paliativos. Kairós, gerontologia, São Paulo, v. 18, n. 3, p. 227-244, 2015. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/kairos/article/view/27054/19186. Acesso em: 09 abr. 2017.

FLECK, Marcelo Pio da Almeida; BORGES, Zulmira Newlands; BOLOGNESI, Gustavo; ROCHA, Neusa Sica da. Desenvolvimento do WHOQOL, módulo espiritualidade, religiosidade e crenças pessoais. Revista de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 37, n. 4, p. 446-455, 2015.

FORNAZARI, S. A.; FERREIRA, R. E. Religiosidade/Espiritualidade em pacientes oncológicos: qualidade de vida e saúde. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, v. 26, n. 2, p. 265-72, 2010.

FRANKL, V. Em busca de sentido: um psicólogo no campo de concentração. Petrópolis: Vozes, 1991.

GERONASSO, M. C. H., COELHO, D. A influência da religiosidade/espiritualidade na qualidade de vida das pessoas com câncer. Saúde e meio ambiente: revista interdisciplinar, Três Lagoas, v. 1, n. 1, p. 173-187, 2010.

GIOVANETTI, José Paulo. Psicologia e espiritualidade. In: AMATUZZI, Mauro Martins (org.) Psicologia e espiritualidade. São Paulo: Paulus, 2005. p. 129-145.

GUIMARÃES, H.P.; AVEZUM, A. O impacto da espiritualidade na saúde física. São Paulo: Revista de Psiquiatria Clínica, São Paulo, v. 34, supl. 1, p. 88-94, 2007. Disponível em:

https://www.researchgate.net/profile/Helio_Guimaraes/publication/237592659_O_impacto_da_espiritualidade_na_saude_fisica_Impact_of_spirituality_on_physical_health/links/02e7e5304d4a9314d7000000.pdf. Acesso em: 04 out. 2017.

GUYTON, A. C.; HALL, J. E. Tratado de fisiologia médica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.

GUZZO, A.; MATHIEU, V. S. Analogia. In: CENTRO DI STUDI FILOSOFICI GALLARATE. Enciclopedia Filosofica. Firenze: Casa Editrice G. C. Sansoni, 1957. V. 4. p. 893-905.

IASP - Associação Internacional para o Estudo da Dor, 1986.

INOUE, T. M.; VECINA, M. V. A. Espiritualidade e/ou religiosidade e saúde: uma revisão de literatura. J Health Science Institut, Sorocaba, v. 35, n. 2, p. 127-30, 2017. Disponível em: https://www.unip.br/presencial/comunicacao/publicacoes/ics/edicoes/2017/02_abr-jun/V35_n2_2017_p127a130.pdf Acesso em: 02 dez. 2018.

KOENIG, H. G. Espiritualidade no cuidado com o paciente: por quê, como, quando e o quê. São Paulo: FE Editora Jornalística Ltda, 2005.

KOENIG, H. G. Religion and Medicine IV: religion, physical health, and clinical implications. Int J Psychiatry Medical, Durham – EUA, v. 31, n. 3, p. 321-336, 2001.

LEMOS, C. T. Religião e saúde: a busca de uma vida com sentido. Fragmentos de Cultura, Goiânia, v. 12, n. 3, p. 479-510, 2002.

LUCCHETTI et al. Religiosidade, Espiritualidade e Doenças Cardiovasculares. Revista Brasileira de Cardiologia, São Paulo, v. 24, n. 1, p. 55-57, 2011. Disponível em: http://file:///C:/Users/ims/Downloads/revista-01-07-pv-luchetti-2011.pdf. Acesso em: 05 out. 2017.

MENDES, Karina Dal Sasso; SILVEIRA, Renata Cristina de Campos Pereira; GALVÃO, Cristina Maria. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enfermagem, Florianópolis, v. 17, n. 4, p. 758-64, 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v17n4/18.pdf visitado em 21/10/2016. Acesso em: 02 dez. 2018.

MERSKEY, N. B. Classification of chronic pain: descriptions of chronic pain syndromes and definitions of pain terms prepared by the International Association for the Study of Pain. 2nd Ed. Seattle: IASP Press, 2002.

MESQUITA, A.C.; CHAVES, E. C. L.; AVELINO, C. C. V.; NOGUEIRA, D. A.; PANZINI, R. G.; CARVALHO, E. C. A utilização do enfrentamento religioso/espiritual por pacientes com câncer em tratamento quimioterápico. Revista Latino Americana de Enfermagem, São Paulo, v. 21, n. 2, p. 539-545, 2013.

MOTTA, A. B.; ENUMO, S. R. F. Brincar no hospital: Câncer infantil e avaliação do enfrentamento da hospitalização. Psicologia, Saúde & Doenças, Lisboa, v. 3, n. 1, p. 23-41, 2002.

MURAKAMI, R.; CAMPOS, C. J. C. Religião e saúde mental. In: MELO, Cynthia de Freitas et al. Correlação entre religiosidade, espiritualidade e qualidade de vida: uma revisão de literatura. Estudos e pesquisas em Psicologia, Rio de Janeiro. v.15, n. 2, p. 447-464, 2015.

MOREIRA-ALMEIDA, A.; LOTUFO N. F.; KOENIG, H.G. Religiosidade e saúde mental. In: DE OLIVEIRA, Márcia Regina; JUNGES José Roque. Saúde mental e espiritualidade/religiosidade: a visão de psicólogos. Natal: UFRN, 2012. p. 469-476.

MORELLI, A. B.; SCORSOLINI-COMIN, F.; DOS SANTOS, M. A. Elementos para uma intervenção em aconselhamento psicológico com pais enlutados. Psicologia Revista, São Paulo, v. 45, n. 4, p. 434-444, 2014.

OLIVEIRA et al. Psicoterapia de grupo para dor crônica: um Protocolo Group. Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva, São Paulo, v. 16, n. 2, p. 62-80, 2014.

OLIVEIRA, M. R.; JUNGES, J. R. Saúde mental e espiritualidade/religiosidade: a visão de psicólogos. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 3, n. 17, p. 469-476, 2012.

OLIVEIRA, R. A. Saúde e espiritualidade na formação profissional em saúde, um diálogo necessário. Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba, Sorocaba, v. 19, n. 2, p. 54-55, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.23925/1984-4840.2017v19i2a1. Acesso em: 29 set. 2017.

PAZINI, R. G. et al. Qualidade de vida e espiritualidade. Revista de Psiquiatria Clínica, São Paulo, v. 34, supl. 1, p.105-115, 2007.

PERES, M.F.P. et al. A importância da integração da espiritualidade e da religiosidade no manejo da dor e dos cuidados paliativos. Revista de Psiquiatria Clínica, São Paulo, p. 82-87, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rpc/v34s1/a11v34s1.pdf. Acesso em: 02 out. 2017.

PINTO, C. et al. Construção de uma escala de avaliação da espiritualidade em contextos de saúde. ArquiMed., Porto, v. 21, n. 2, 2007. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/pdf/am/v21n2/v21n2a02.pdf. Acesso em: 05 out. 2017.

REGINA, S.; TESSEROLI, D. Espiritualidade e religiosidade no enfrentamento da dor. O mundo da saúde, São Paulo, v. 34, n. 4, p. 483-487, 2010.

ROCHA, Pollyane Teixeira; DIAS, Orlene Veloso; DURÃES ROCHA, Jucimere Fagundes. A influência da espiritualidade e da religiosidade no tratamento da pessoa com câncer. Disponível no site http://www.fepeg2014.unimontes.br/sites/default/files/resumos/arquivo_pdf_anais/a_influencia_da_espiritualidade_e_da_religiosidade_no_tratamento_da_pessoa_com_cancer_-_resumo_fepeg.pdf. Acesso em: 07 out. 2018.

SEGRE, Marco; FERRAZ, Flávio Carvalho. O conceito de saúde. Revista Saúde Pública, São Paulo, v. 31, n. 5, p. 538-542, 1997. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101997000600016. Acesso em: 02 dez. 2018.

SILVA, B. S. et al. Percepção de equipe de enfermagem sobre espiritualidade nos cuidados de final de vida. Cogitare Enfermagem, Curitiba, v. 21, n. 4, p. 01-08, 2016.

SILVA, J. A.; RIBEIRO FILHO, N. P. A dor como um problema psicofísico. Revista Dor, São Paulo, v. 12, n. 2, p. 138-151, 2011.

SIMÃO, M. J. P.; SALDANHA, V. Resiliência e psicologia transpessoal: fortalecimento de valores, ações e espiritualidade. O Mundo da Saúde, São Paulo, v. 36, n. 2, p. 291-302, 2012.

SIMMEL, Georg. Religião: ensaios. São Paulo: Olho d'Água, 2009.

STEIL, Carlos Alberto; TONIOL, Rodrigo. A crise do conceito de religião e sua incidência sobre a antropologia. In: GIUMBELLI, Emerson; BÉLIVEAU, Verónica Gimenéz (orgs.). Religion, cultura y politica en las sociedades del siglo XXI. Buenos Aires: Biblos, 2013. p. 137-158.

TEIXEIRA, J. J.V.; LEFÈVRE, F. Humanização nos cuidados de saúde e a importância da espiritualidade: o discurso do sujeito coletivo - psicólogo. Mundo Saúde, São Paulo, v. 27, n. 3, p. 362-368, 2003.

TEIXEIRA, Carla Sofia dos Santos. Coping através do Lazer na Dor Crónica. Porto: Universidade Fernando Pessoa, 2012.

TERRIN, Aldo Natale. O sagrado off limits: a experiência religiosa e suas expressões. São Paulo: Loyola, 1998.

VALENTE, N. M. L. M.; BACHION, M. M.; MUNARI, D. B. A religiosidade dos idosos: significados, relevância e operacionalização na percepção dos profissionais de saúde. Revista de Enfermagem, Frederico Westphalen, v. 12, n. 1, p. 11-17, 2004.

VOLCAN, Sousa; MARI; LESSA. Relação entre bem-estar espiritual e transtornos psiquiátricos menores: estudo transversal. In: DE OLIVEIRA, Márcia Regina; JUNGES José Roque (orgs.). Saúde mental e espiritualidade/religiosidade: a visão de psicólogos. Natal: UFRN, 2003. p. 469-476.

WACHHOLTZ, A. B.; PEARCE, M. J.; KOENIG, H. Exploring the Relationship between Spirituality, coping and pain. J. Behav Medical, Durham – EUA, v. 30, n. 4, p. 3001-3008, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/cam.v17i2.6939

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Carolina Teles Lemos

Rodapé - Caminhos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


CAMINHOS | Revista do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-778X | Qualis B1

Visitantes - (01/01/2006 - 01/08/2019)
País Usuários
Brasil 64.176
Estados Unidos 1.602
Portugal 378
França 328
Coréia do Sul 196
México 154
Angola 118
Argentina 117
Moçambique 115
Total 70.014

Fonte: Google Analytics.