A Permanência da Mística na Contemporaneidade: um instigante desafio ao Cristianismo

João Luiz Correia Júnior, Francilaide de Queiroz Ronsi

Resumo


Resumo: no campo epistemológico das Ciências Religião, o presente artigo tem como objetivo apresentar estudos que confirmam a permanência da experiência mística em meio à chamada crise da Modernidade. No ocidente, observa-se a perda de plausibilidade das igrejas e instituições religiosas tradicionais, o que tem levado as pessoas a buscarem seu próprio caminho religioso, na busca de sentido para a vida. Esse fenômeno é apontado como uma das causas da proliferação de novos movimentos religiosos. Nesse contexto, religiões tradicionais como a Religião Cristã, em vez de lamentarem a perda de adeptos, têm uma excelente oportunidade para redefinir a sua real função social: ser um caminho por onde as pessoas possam buscar a sua origem, reencontrar-se consigo mesmas e, por fim, com o sentido misterioso da própria existência.
Palavras-chave: Religião. Fenômeno Religioso. Experiência Mística. Sagradas Escrituras. Evangelho.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/cam.v14i1.4839

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 João Luiz Correia Júnior, Francilaide de Queiroz Ronsi

Rodapé - Caminhos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


CAMINHOS | Revista do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-778X | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (09/03/2016 - 10/03/2020)

Fonte: Google Analytics.