Uso Terapêutico e Religioso das Ervas

Cilma Laurinda Freitas e Silva

Resumo


Resumo: este artigo trata do uso terapêutico e religioso das ervas. O emprego das plantas como medicamento é milenar e universal, tendo surgido desde os tempos primitivos, por meio de uma medicina empírica. Essa prática veio do contato com a natureza, da necessidade de sobrevivência, da observação do comportamento dos animais e da religiosidade dos povos antigos. Acreditava-se que doenças e curas eram promovidas pelas divindades, que concediam aos humanos o conhecimento sobre os poderes mágicos e curativos das ervas. Assim, as plantas, além dos tratamentos físicos, eram usadas com fins religiosos em rituais diversos e oferendas a deuses e entidades divinas.
Palavras-chave: Ervas. cura. Religião.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/cam.v12i1.3032

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


CAMINHOS | Revista do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-778X | Qualis B1 Flag Counter